Sonhos podem ser menos abstratos do que pensamos

Master coach aponta o autoconhecimento como chave para as realizações na vida

 

 

O que nos separa da realização dos sonhos? É tão bom fechar os olhos e se imaginar curtindo férias num lugar desejado, tendo vitórias profissionais, superando barreiras no esporte e, até mesmo, visualizando pequenos detalhes, como a cor da casinha de campo que deseja para a velhice.

 

 

Se pensarmos que o alcance dos sonhos pode ser uma questão de busca, determinação dos objetivos e planejamento, eles serão realizados sem desculpas ou justificativas, que às vezes não se fundamentam.

 

 

“Infelizmente, em muitos casos as pessoas alegam que desistiram das ideias iniciais por dificuldade, frustração ou qualquer outro motivo. Outros afirmam que a correria do dia a dia acaba levando a deixar os sonhos para segundo plano, onde alguns até terminam por se perder para sempre. Há também aqueles que sequer acreditam que o sonho seja uma prioridade ou algo concreto”, explica o Master Coach e presidente do IBC (Instituto Brasileiro de Coaching), José Roberto Marques.

 

 

A verdade é que por trás de desculpas superficiais para não realizar sonhos, pode estar a auto sabotagem, revelando que muitas pessoas não acreditam em si mesmas, que não têm competências suficientes para alcançar o que buscam e que tem medo.

 

 

Marques ressalta que todo e qualquer projeto que se tenha intensão de colocar em prática está passível de riscos no decorrer da execução. “Sabendo dessa premissa e tendo-a em mente durante todo o processo de planejamento, elaboração e implementação de um projeto, as chances de que este seja bem-sucedido são muito maiores do que se você não parar para analisar e gerenciar as possíveis ameaças que venham a surgir, à medida que tudo aquilo que planejou vai ganhando vida.”

 

 

O autoconhecimento é uma ferramenta importante nesse processo, pois faz com que a pessoa entenda o que ela está buscando com determinada realização, a partir do conhecimento que tem de si própria, conseguindo assim adquirir requisitos que a auxiliarão a se manter preparada.

 

 

O master coach do IBC orienta ainda que atividades como meditação, um ritmo de leitura, auxílio terapêutico ou um processo de coaching podem ajudar a se preparar psicologicamente para viver a busca pela realização. “A pessoa realizada é uma pessoa que está satisfeita com as metas e objetivos que alcançou e onde chegou. Porém, não está estagnada, tem vontade de ir além e conquistar mais. Não se precipita para fazer as coisas, pois entende o seu tempo.”

 

 

Mas, se ainda há alguma dúvida em como tornar sonhos em realidades, José Roberto Marques conclui: “A distância entre o sonho e a realidade é a disciplina, as ações para obter os resultados. O empenho em relação à realização daquele sonho é o que faz diminuir a distância entre o estado de querer e conquistar. O pensamento positivo e feliz sobre as ações que temos ao imaginar a realização deste sonho é o que devemos sempre ter em mente para ter foco e persistir nos resultados.”

 

 

Fonte:  José Roberto Marques - Master Coach e presidente do IBC (Instituto Brasileiro de Coaching)

Contato: 4003- 1675

Gostou do artigo? Compartilhe:
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Email
Twitter
Pocket
Imprimir

GARANTA UM FUTURO SEGURO E TRANQUILO PARA QUEM VOCÊ AMA